BLOG

06
FEV
USO ADEQUADO E ESCOLHA CORRETA DO EPI PARA PROTEÇÃO DOS PÉS PODEM EVITAR GRAVES ACIDENTES

Já é mais do que reconhecido os benefícios do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para prevenção de acidentes dentro das empresas. Apesar disso, nem sempre esse dispositivo é usado de forma correta pelo trabalhador, ou ainda, o tipo de equipamento fornecido pela empresa não é mais indicado à atividade que o funcionário irá desempenhar. Como há uma série de modelos á disposição, é preciso ficar atento ás características e indicações de uso do Ministério do Trabalho para não correr o risco de o equipamento em vez de cumprir o seu papel de proteção, acabar contribuindo para uma lesão ou até mesmo para um acidente de maior gravidade.
Dentre as causas desses acidentes, chamam a atenção as luxações, os entorses e a distensão das articulações e ligamentos ao nível do tornozelo e pé, que juntos somaram 29,6 mil casos; traumatismo superficial da perna, com 19 mil ocorrências; fratura da perna, incluindo tornozelo, com 24,8 mil notificações; fratura do pé (exceto tornozelo), com mais de 21,7 mil casos; e traumatismo superficial do tornozelo e do pé 17,1 mil registros. Todas fraturas que podem ter relação ao uso incorreto do calçado de segurança pelo trabalhador.
A utilização dos calçados de segurança visa assegurar a integridade do profissional contra um conjunto de riscos, que podem ser divididos entre riscos físicos, químicos e biológicos.


FONTE: CIPA, Edição 448.

Estrada Geral, Linha São Roque, s/n
Interior - Lacerdópolis, SC | 89660-000

Compre nossos produtos
com o Cartão BNDES.

2016 Idol Calçados de Segurança - Todos os direitos reservados

Acesso Restrito | Webmail | Lovatel Agência Digital